Arquivo do mês: setembro 2010

Super Bock Stout

“Super Bock Stout – o outro lado da Super Bock”

Lançada em 2003, é uma cerveja preta produzida a partir da mistura de três maltes: malte pálido, malte de caramelo e malte de chocolate. Possui espuma cremosa e duradoura, característica das cervejas Stout. Leve e suave, com gosto não tão torrado como as outras encontradas no mercado.

Preço médio: de R$4,00 a R$7,00
Nota dos colaboradores: 7

Mais informações: http://www.superbock.pt/EN/conteudo/prod_superbock_stout.asp

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Importada, tampa

Estrella Damm Inedit

A Estrella Damm Inedit conquistou os colabores deste blog. Degustá-la é uma experiencia incrível. Criada a partir de uma mistura entre malte de cevada e trigo, temperado com coentro, casca de laranja  e alcaçuz, possui sabor complexo. É uma cerveja do tipo Witbier, com aparência dourada e levemente turva, possui aroma frutado e  textura cremosa. Foi desenvolvida especialmente para harmonização com diferentes pratos culinários.   Teor alcoólico: 4,8%

Preço médio: de R$38,00 a R$45,00
Nota dos colaboradores: 9,5

Mais informações: http://www.estrelladamminedit.com/en/
Assista aqui um vídeo onde especialistas degustam e comentam sobre a cerveja: http://bit.ly/dyzaVo

Deixe um comentário

Arquivado em Importada, tampa

Boont Extra Special Beer

A cervejaria Anderson Valley Brewing Company surgiu em 1987 em Boonville, na Califórnia. A Boont ESB é uma cerveja de cor dourada escura, com aroma lupulado e final amargo. Possui uma lista enorme de mais de 10 prêmios e medalhas, é uma cerveja vencedora. Teor alcoólico: 6,8%.

Preço médio: entre R$20,00 e R$30,00.
Nota dos colaboradores: 8

Mais informações: http://www.avbc.com/beers/boont-extra-special-beer/

Deixe um comentário

Arquivado em Importada, tampa

Fullers 1845 Celebration Ale

Com o slogan “born at the hands of royalty”, a Fullers 1845 foi criada em 1995 para celebrar os 150 anos da cervejaria. É uma cerveja vencedora de diversos prêmios, como o “CAMRA Champion Bottle Conditioned Beer of Britain” (1998-1999 e 2002) e o “British Bottle Institute’s award for the Best Dressed Bottle” (1996).

Do tipo Strong Ale, a Fullers 1845 é uma cerveja fermentada na garrafa, com aparência vermelha-escura, malte torrado e aroma levemente frutado.

Preço médio: entre R$23,00 e R$30,00.
Nota dos colaboradores: 9

Mais informações: http://www.fullers-ales.com/1845.php

Deixe um comentário

Arquivado em Ale, Importada

História da Cerveja

O Surgimento

Resquícios de cevada encontrados em vasos nas tumbas de faraós do Egito Antigo indicam que o homem vem fabricando cerveja a muito tempo.  Os primeiros campos de cultura de cereais surgiram na Ásia Ocidental por volta do ano 9.000 a.C.. Os agricultores primitivos colhiam os grãos e os transformavam em farinha, e daí surgiu a lenda que conta que o que transformou o homem em sedentário foi a necessidade de fazer cerveja e pão.

É muito provável que o processo de fabricação da cerveja tenha sido descoberto por acaso. A primeira etapa da preparação da cerveja consiste em amolecer o amido presente nos grãos, colocando-os de molho para absorver a água. A germinação inicia com a transformação bioquímica do amido em açucares, e em seguida é preciso secar o grão para interromper o processo natural de germinação. A secagem e a torrefação finalizam o processo e dão como resultado o malte, que traz um gosto doce aos grãos.

Provavelmente um grupo de agricultores tenha armazenado a colheita em vasos, para uso posterior, que receberam chuva e foram colocados para secar. A próxima etapa consiste em fazer uma espécie de sopa desses grãos umedecidos e secos (malte verde). Se essa sopa for abandonada, será atacada por micro-organismos presentes na atmosfera, o que dará inicio ao processo de fermentação, e consequentemente na produção de álcool a partir do açúcar. E temos cerveja!

Inicialmente uma bebida nutritiva, servida como alimento, a cerveja, por seu efeito inebriante, logo se tornou sagrada ou, de alguma forma, relacionada aos deuses. Além da magia do fenômeno espontâneo de transformação do líquido doce em substância embriagadora, a sensação de euforia decorrente da embriaguez sempre levou o ser humano a estabelecer uma correlação entre a bebida e aspectos míticos ou religiosos.

Fonte: Morado, Ronaldo – Larousse da Cerveja.

Deixe um comentário

Arquivado em História

Cervejeiros x Imposto

Antes do grupo viajar para Argentina, já tinhamos uma ideia do quanto somos explorados por impostos no Brasil.

Porem não tinhamos a idéia de que é muito maior do que o mercado de nossos hermanos latinos. Para se ter uma ideia, 1 litro de Heineken ou Quilmes no supermercado, em garrafas retornáveis, custam míseros 4 pesos, o que, revertido para real, da como R$ 1,80.

Tirando  as cervejas importadas, essas sim somos ABSURDAMENTE explorados, com impostos que chegam a 70% do valor que são vendidas aos importadores.

Abaixo apresentamos uma foto de um supermercado, relativamente grande, da capital porteña.

Nela podemos observar os valores de diversas cervejas importadas, francesas, holandesas, belgas, alemãs….Mas o que mais chama atenção é o valor, muito abaixo do que é vendido aqui no Brasil, em Porto Alegre mais especificamente. Uma grande parte delas que nem mesmo é encontrada em supermercados grandes, apenas em lojas especializadas.

É uma realidade triste e revoltante, nos resta continuar conhecendo novos lugares e experimentando cervejas locais.

“A Receita Federal anunciou nesta quinta-feira (07/08/2010) aumento de 30% do IPI sobre as bebidas alcóolicas, exceto a cerveja“. Menos mal que a cerveja ficou fora desse reajuste.

Dica: quando for a Argentina, se banhe em cerveja. Experimente todas, pode ser uma experiência única se depender dos valores aqui cobrados.

1 comentário

Arquivado em Importada, Nacional