Arquivo da categoria: História

História da Cerveja

O Surgimento

Resquícios de cevada encontrados em vasos nas tumbas de faraós do Egito Antigo indicam que o homem vem fabricando cerveja a muito tempo.  Os primeiros campos de cultura de cereais surgiram na Ásia Ocidental por volta do ano 9.000 a.C.. Os agricultores primitivos colhiam os grãos e os transformavam em farinha, e daí surgiu a lenda que conta que o que transformou o homem em sedentário foi a necessidade de fazer cerveja e pão.

É muito provável que o processo de fabricação da cerveja tenha sido descoberto por acaso. A primeira etapa da preparação da cerveja consiste em amolecer o amido presente nos grãos, colocando-os de molho para absorver a água. A germinação inicia com a transformação bioquímica do amido em açucares, e em seguida é preciso secar o grão para interromper o processo natural de germinação. A secagem e a torrefação finalizam o processo e dão como resultado o malte, que traz um gosto doce aos grãos.

Provavelmente um grupo de agricultores tenha armazenado a colheita em vasos, para uso posterior, que receberam chuva e foram colocados para secar. A próxima etapa consiste em fazer uma espécie de sopa desses grãos umedecidos e secos (malte verde). Se essa sopa for abandonada, será atacada por micro-organismos presentes na atmosfera, o que dará inicio ao processo de fermentação, e consequentemente na produção de álcool a partir do açúcar. E temos cerveja!

Inicialmente uma bebida nutritiva, servida como alimento, a cerveja, por seu efeito inebriante, logo se tornou sagrada ou, de alguma forma, relacionada aos deuses. Além da magia do fenômeno espontâneo de transformação do líquido doce em substância embriagadora, a sensação de euforia decorrente da embriaguez sempre levou o ser humano a estabelecer uma correlação entre a bebida e aspectos míticos ou religiosos.

Fonte: Morado, Ronaldo – Larousse da Cerveja.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em História